VAMOS FALAR SOBRE HIGH-LOW?

POR

Eu sei, não se trata de um movimento exatamente novo, mas ainda continuamos vendo muito dessa tendência por aí. Leio muitos Blogs e revistas que produzem looks com o estilo High-Low, porém pouquíssimos explicam como o conceito se aplica. Confesso que a primeira vez que ouvi falar sobre isso, pensei: que é isso, minha gente? Depois fui pesquisar pra saber e entender mais sobre o assunto e hoje preparei esse post pra esclarecer melhor suas ideias. Bora lá?

Bom, vamos começar pelo começo: o conceito.

Hi-Lo vem da expressão em inglês high-low  que significa alto e baixo. Ai você me pergunta: mas Lincoln, o que isso tem a ver com a moda? Eu te respondo: Tudo! Esse termo é usado para definir um estilo de usar e/ou saber misturar roupas básicas, baratas, de fast fashion com peças sofisticadas, luxuosas, de tecidos nobres ou marcas caras. Sacou? Fica totalmente a seu critério, você é livre para usar uma t-shirt básica e barata, com uma calça de alfaiataria e uma jaqueta de couro, por exemplo. Isso é High-Low ou Hi-Lo.

Maravilhoso né? Eu particularmente amo e quase sempre componho meus looks dessa forma. Sinceramente sou super adepto às fast fashions e procuro sempre apostar em peças clássicas que “casem” bem com as peças e acessórios mais carinhos que tenho. Até porque ninguém irá puxar minha t-shirt para olhar a etiqueta e saber a marca, não é mesmo? Além de tudo, procuro estar seguro e confiante, segurando o look e o carão, de forma que demonstre que nasci para vestir aquilo, entendeu? Sobre o conforto, nem sempre contamos com isso.

Vejamos abaixo alguns exemplos bem claros:

Créditos das imagens: fashionbeans.com

Viu como é fácil compor e identificar um look High-Low? Aposto que muitos de vocês já se vestiram assim e nem perceberam. Vale tudo ou quase tudo! Espero muito ter ajudado e não esqueça: acima de qualquer tendência seja autêntico.